AS MENTIRAS DA FENAPAS

A Fenapas, mantendo sua tradição de mentirosa e de distorcer a verdade, está divulgando que o Presidente da ASTEL critica a ação da Fenapas, cujo desdobramento é a suspensão do Superávit, em proveito próprio e que sempre foi favorável a esta ação extremamente questionável. Ao contrário dos dirigentes da Fenapas, que nunca respondem nada, vamos responder ponto a ponto:

1-) É bom que se saiba que o Presidente da ASTEL e Conselheiro eleito por São Paulo, foi altamente prejudicado pelo aporte de cerca de três bilhões de Reais para a salvação do PAMA em 2015, pois como é de conhecimento público o mesmo não usa o PAMA (apesar de ter este direito) por ter, junto com outros colegas de São Paulo, contestado o pagamento irregular do plano de saúde na Justiça Trabalhista e obtido vitória. Portanto ele não paga nada por sua assistência médica por força de sentença judicial. Daí se conclui que não tinha motivo pessoal algum para ajudar a salvar o PAMA, muito pelo contrário deixou de receber sua parte no superávit;

2-) Esta afirmação  de que “Sempre foi favorável à ação da Fenapas” é no mínimo arrogante, o que é normal em se tratando da direção da Fenapas, pois como foi afirmado, a ASTEL e a Fenastel estudaram o processo em minúcias, e se chegou à conclusão que, se vitorioso, colocaria todos os planos da SISTEL em cheque, e a partir deste estudo o processo começou a ser contestado, inclusive junto aos conselheiros eleitos da FENAPAS;

3-) Quanto a insinuação mentirosa que “ele criou a nova federação para proveito próprio”, queremos destacar que ao contrário da Fenapas, os dirigentes da Fenastel, são na sua maioria absoluta assistidos da SISTEL.

Gostaríamos que a Fenapas, na figura de seu presidente juntamente com os seus seguidores, respondessem a questão que há anos é posta:

PORQUE A FENAPAS NÃO EXECUTOU A SENTENÇA, TRÂNSITO EM JULGADO DA AÇÃO REFERENTE AO PAMA QUE, ENTRE OUTRAS COISAS, DIZ QUE O APOSENTADO TEM DIREITO AO PAMA COMO FOI CONSTITUÍDO?

Ou, em vez de responder, como é de costume, irão se omitir e deixar os assistidos sem saber os reais motivos desta atitude que já prejudicou milhares de assistidos do PBS-A?

Por fim os assistidos da SISTEL querem saber se vocês irão extinguir a ação que os prejudica ou, como no caso do PAMA, se omitir depois de causarem o prejuízo?

FENASTEL E ASTEL- SÃO PAULO

(publicada em 10/08/2020)

Diretoria Fenastel

Compartilhe:

FacebookTwitterLinkedIn